Gestão

Os 10 melhores motivos para contratar profissionais da terceira idade

Com o aumento da expectativa de vida, queda de natalidade no Brasil e menor participação de jovens entre 20 e 24 anos no mercado de trabalho, o número de idosos está aumentando no País e na força de trabalho. Hoje, 8 milhões e 111 mil pessoas acima dos 65 anos de idade estão no mercado de trabalho segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Outro fator influente nesse cenário é o encolhimento da renda do brasileiro, que levou idosos de volta ao mercado. Além de vários deles serem chefes de família, responsáveis por parte da renda da casa.

O chefe de cozinha e consultor e professor do CTP (Centro Tecnológico de Desenvolvimento de Pizzas e Massas para o Brasil), Ronaldo Ayres, indica outro fator para o retorno desses profissionais: a qualidade desta mão-de-obra. “Os jovens de hoje têm demonstrado menor interesse em trabalhar à noite ou aos finais de semana, enquanto os mais velhos têm disponibilidade, maturidade e experiência”.

Abaixo listamos os 10 principais motivos para contratar profissionais idosos.

  1. Melhor compreensão de cenários. Segundo análise do MIT (sigla em inglês para Instituto de Tecnologia de Massachusetts), nos Estados Unidos, profissionais acima de 60 anos conseguem identificar panoramas melhor do que outros trabalhadores.
  2. São mais pontuais do que outros profissionais;
  3. Mais produtivos;
  4. Apresentam maior comprometimento e senso de responsabilidade quando comparados aos profissionais mais jovens, de acordo com Ronaldo Ayres;
  5. São mais organizados;
  6. Cooperativos;
  7. Fiéis à empresa;
  8. Diversidade de ideias e pontos de vista dentro da equipe;
  9. Maior capacidade de disseminar a cultura da organização e comportamento esperado para os profissionais mais novos. É o que aponta pesquisa de 2013 realizada pela consultoria PricewaterhouseCoopers em parceria com a EAESP/FGV (Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas). A pesquisa contou com o apoio da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), do Sesi-SP (Serviço Social da Indústria) e da Amcham BH (Câmara Americana de Comércio de Belo Horizonte);
  10. Experiência profissional com relação aos conhecimentos adquiridos ao longo da carreira, também foi uma característica identificada na pesquisa de 2013.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *