Inovação

Tendências no mercado de sorvetes

Segundo pesquisa da Mintel, novos sabores e formas de preparo devem fazer o mercado crescer cerca de 81% até 2020. O Brasil é o 10º maior produtor mundial e o 11º maior consumidor, sendo o Nordeste a região com maior número de vendas.

E como esse também é um mercado que acompanha as principais tendências de alimentação, nada mais justo do que se preparar para novos sabores, técnicas e a inclusão de novos consumidores. No post de hoje, portanto, vamos conhecer um pouco mais sobre as tendências no mercado de sorvetes, que prometem, inclusive, ficar por mais um tempo por aqui.

Produção: a vez da alimentação restritiva

O tema alimentação restritiva – ou melhor, alimentação inclusiva – vem ganhando muita força nos últimos tempos, chegando, enfim, ao setor dos sorvetes.

Afinal, não são poucos os brasileiros que possuem algum tipo de restrição alimentar, seja de leite, trigo, açúcar, oleaginosas e outros produtos alimentícios – incluindo, ainda, os vegetarianos e veganos, que não consomem produtos de origem animal, e as pessoas que, apesar de não terem nenhuma restrição alimentar, estão na busca por consumir alimentos mais frescos e saudáveis.

“Essa é uma tendência importante e não será uma daquelas tendências que vêm e passam. Acredito que será algo sólido, porque as pessoas estão mais preocupadas com o que estão comendo”, explica Francisco Sant’Ana, idealizador da Escola Sorvete e mestre sorveteiro.

Então, tanto a indústria quanto as sorveterias mais caseiras já podem se preparar para incluir em seus cardápios opções de sorvetes e picolés com os ingredientes mais naturais possíveis.

Também é importante que a sorveteria se preocupe em incluir a lista com os ingredientes em cada um dos sabores, para não gerar dúvidas na hora da escolha dos consumidores, principalmente os que são intolerantes e alérgicos.

Sabores: quanto mais naturais, melhor

Ainda seguindo essa ideia de produção de sorvetes para pessoas com restrições alimentares, no quesito sabor, a tendência vem a ser sinônimo e o mestre sorveteiro é enfático: “Sabores naturais, sempre”.

A tendência são preparos com muitas frutas frescas e os ingredientes mais simples e naturais possíveis. Além disso, os os gelatos e os sorbets como opções mais frescas e com menos ingredientes permanecem como grande oportunidade.

E então, preparado para seguir as tendências de sorvetes? Para ficar por dentro de todas as novidades desse setor, acompanhe sempre as atualizações aqui no blog da Fispal Food Service. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *